Agradece

 

Agradece os acontecimentos inesperados que te induzem a indispensável esforço de superação.

Agradece a prova que não se originou de tua luta invigilância.

Agradece os dissabores que te compelem a ser mais indulgente para com as fraquezas alheias.

Agradece a saudade que te ensina a sublimação dos próprios sentimentos.
Agradece a oportunidade de fazer o bem aos semelhantes, na tarefa que, não raro, te canse pela rotina.

Agradece o espinho na carne que te limita os sonhos impossíveis e te disciplina os desejos.

Agradece a crítica que te alerta no que os amigos não se animariam a dizer-te.

Agradece o terreno acidentado que te impede de correr desenfreadamente.

Irmão José

Psicografia de Carlos A Baccelli
Fonte Livro Vigiai e Orai

Comentários encerrados.