CANTIGAS DO TEMPO

msg 2406

O tempo tudo transforma …
Feliz quem pode viver
Seguindo a renovação
Fiel ao que deve ser.

Quem sabe o valor das horas
Serve, aprende e segue em Paz;
Entre maldades e injúrias,
Não as conhece, nem faz.

Todos aprendem na morte,
Cada qual por sua vez,
Que o tempo somente vale
Naquilo que a gente fez.

Tudo volta como voltam
Andorinha e primavera,
Menos o tempo perdido
Que nunca se recupera.

O tempo marcha veloz
Com esta nota a caminho
Cada dia sem trabalho
É como um zero sozinho.

Chiquinho de Moraes

Fonte: Livro” Ação, Vida e Luz” – Por Diversos Espíritos – Psicografado por Francisco Cândido Xavier


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *