DUAS CAIXAS

Costumo dizer que nós carregamos duas caixa. Na mão direita, a mão da vida prática, nós levamos a “caixa de ferramentas”, com tudo  que é útil e necessário para desempenhar as funções do cotidiano. Já na mão esquerda, a mão do coração e da alegria, levamos outra caixa a “caixa de brinquedos”, nessa caixa, estão todas as coisas inúteis, que não servem para nada: uma música de Bach, um poema, uma tela do Monet, empinar pipa, fazer palavra cruzada, dançar, montar um quebra-cabeça, jogar sinuca, etc. Todas essas coisas são inúteis. Mas, no entanto, são elas que nos fazem sorrir. Este seria o resumo da minha filosofia de educação;  aprender a usar a caixa de ferramentas, para atuar da melhor forma no dia a dia; e, ao mesmo tempo, aprender a usar a “caixa de brinquedos”, para ter prazer e alegria na vida.

Rubens Alves (Educador, Psicanalista, Filósofo)

Fonte: Livro “Palavras de Poder” – Autor: Lauro Henriques Jr

Um calmo demorar-se nas belezas da vida dá à alma a força do sentir. Um claro pensar nas verdades da existência traz ao espirito a luz do querer." Rudolf Steiner. (Escritor e Espiritualista Autríaco)

Comentários encerrados.