LIMITES

msg 2502

Qual a importância dos limites ?

Inúmeras coisas na Terra são assimiladas com limites: a velocidade permitida a um automóvel; as propriedades particulares; a idade para se votar, dirigir e prestar determinados concursos, os limites geográficos, políticos e aqueles que o nosso organismo estabelece.

Temos necessidade deles, em razão da indisciplina que nos caracteriza e da falta de respeito que parece se generalizar cada vez mais.

Os limites indicam até onde podemos e devemos ir, e onde devemos parar.

Curioso é que há em nós um desejo natural de ultrapassá-los e também burlá-los.

Há também situações em que acreditamos ter chegado ao limite das nossas forças, mas se pararmos para uma pequena pausa, um momento de oração, identificamos a presença divina a nos sustentar e a nos fortalecer para o restante da jornada.

Se existem limites ao conhecimento humano, o mesmo não se pode dizer do sentimento humano.

Eis aí um campo pouco explorado e pouco investido.

Amemos, portanto, o quanto pudermos e necessitamos e, se possível, além dos limites em que temos amado.

 “ Mesmo a viagem mais longa deve começar por um simples passo.. “ (Ditado chinês)

 Fonte: Livro “ Conversando com você “ – Autor: Cezar Braga Said


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *