OUVIR

Ouça com paciência os que lhe procuram para desabafar ou buscar uma orientação.

Vivemos numa sociedade apressada, corremos de um lado para o outro, aturdidos e desatentos das necessidades dos que nos cercam.

Permita que a pessoa expresse suas emoções e seus pensamentos para em seguida intervir, emitindo sua opinião e auxiliando-a a resolver seus problemas.

Tente levantar o ânimo daqueles que esperam por uma palavra de carinho ou um gesto solidário da sua parte.

Lembre-se de que hoje é você quem ouve; amanhã, possivelmente será você quem precisará falar.

Fonte: Livro “Deus Contigo” – Autor: Cézar Braga Said

Comentários encerrados.