AVE MARIA

msg2312

A noite desce – lentas e tristes
Cobrem as sombras a serrania,
Calam-se as aves, choram os ventos,
Dizem os gênios: – Ave! Maria!

 

Na torre estreita de pobre templo
Ressoa o sino da freguesia,
Abrem-se as flores, Vésper desponta,
Cantam os anjos: – Ave! Maria!

 

No tosco albergue de seus maiores,
Onde só reinam paz e alegria,
Entre os filhinhos o bom colono
Repete as vozes: – Ave! Maria!

 

E, longe, longe, na velha estrada,
Pára – e saudades à pátria envia
Romeiro exausto que o céu contempla,
E fala aos ermos: – Ave! Maria!

 

Incerto nauta por feios mares,
Onde se estende névoa sombria,
Se encosta ao mastro, descobre a fronte,
Reza baixinho: – Ave! Maria!

 

Nas soledades, sem pão nem água,
Sem pouso e tenda, sem luz nem guia,
Triste mendigo, que as praças busca,
Curva-se e clama: – Ave! Maria!

 

Só nas alcovas, nas salas dúbias,
Nas longas mesas de longa orgia
Não diz o ímpio, não diz o avaro,
Não diz o ingrato: – Ave! Maria!

 

Ave! Maria! – No céu, na terra!
Luz da aliança! Doce harmonia!
Hora divina! Sublime estância!
Bendita sejas! – Ave! Maria!

 

Fagundes Varela

 

Fonte: Autor: Fagundes Varela ( 1814-1875 ) – Poesia recebida pelo Médium Francisco Cândido Xavier

 

CONSCIÊNCIA DA LIBERDADE MORAL

msg2212

O que realmente é importante para o homem que alcançou a moralidade crítica, através do processo da espiritualidade, é a consciência do livre arbítrio, portanto a liberdade com responsabilidade, e nunca a obrigatoriedade imposta.
Aquele que faz processo de espiritualização aprende, pelo exercício diário da disciplina pessoal, a escolher com sobriedade a maneira de dirimir dúvidas, resolver desafios, trabalhar, amparar o próximo, levando uma vida fecunda, laboriosa, plena e digna.
Quando o homem reconhece e exercita a força do bem, desaparecem de sua vida o medo a angústia, a incerteza, a ingratidão, a desolação, a raiva, o ódio, a ociosidade, a inveja, a injustiça, a desilusão, a mentira, os desajustes, para dar lugar ao amor e a fé inabalável no Criador.
Ninguém deve esquecer que a vontade firme de alcançar o bem, a justiça e o amor cria o nexo da vida do homem com os outros homens e de todos os homens com Deus.
O homem espiritualizado faz o seu próprio caminho. Sua conduta é forte, sincera, respeita e contagiosa, pois inspira a todos ao exercício do bem.
Amor, luz, espiritualidade.

Fonte: Livro “ Consciência e Caráter ” – Pelo Espírito: Leocádio José Correia – Médium: Maury Rodrigues da Cruz

 

CONFIA SEMPRE

msg2112

Não percas a tua fé entre as sombras do mundo.

Ainda que os teus pés estejam sangrando, segue para a frente, erguendo-a por luz celeste, acima de ti mesmo.

Crê e trabalha.

Esforça-te no bem e espera com paciência.

Tudo passa e tudo se renova na Terra, mas o que vem do céu permanecerá.

De todos os infelizes, os mais desditosos são os que perderam a confiança em Deus e em si mesmos, porque o maior infortúnio é sofrer a privação da fé e prosseguir vivendo.

Eleva, pois, o teu olhar e caminha.

Luta e serve. Aprende e adianta-te.

Brilha a alvorada além da noite.

Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te com a aflição ou ameaçando-te com a morte…

Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia.

Fonte: Livro “Cartas do Coração” – Pelo Espírito: Meimei – Médium Francisco C. Xavier 

 

BENÇÃO MAIOR

msg2012

“Mas bem-aventurados os vossos olhos porque vêem, e os vossos ouvidos, porquê ouvem” JESUS ( Mateus, 13:16 )

Teu corpo – tua bênção maior.
Auxilia-o com diligência para que ele te auxilie com segurança.
Educa-o para que te apoie a educação necessária.
Cinzel – burilas com ele a matéria densamente concentrada, a fim de convertê-la em amparo e alegria.
Pena – utilizas-te dele para grafar as concepções; que te fulguram no cérebro, assimilando a inspiração das Esferas Superiores.
Lira – podes tanger-lhe as cordas do sentimento e compor a melodia verbal que se faça jubilosa renovação naqueles que te escutem.
Santuário – fazes dele o templo da emoção, haurindo forças para sonhar e construir ou formar o jardim da família, em que situas os filhos do coração.
Teu corpo tua benção maior.
Para que lhe percebas a grandeza, na posição de instrumento vivo de teu progresso e elevação, basta observes nele a tua própria condição de estrela nascitura, mas ainda cativa, com duas pontas na forma de pés, transitoriamente aprisionadas ao chão do mundo, duas hastes preciosas do feito de braços para o trabalho e uma antena em que a luz do pensamento chameja, vitoriosa, na estrutura da fronte, magnificamente erguida a majestade dos Céus…

Fonte: Livro: “Livro da Esperança” – Pelo Espírito: Emmanuel – Médium: Francisco Cândido Xavier

 

INDAGAÇÕES DO COTIDIANO

msg1912

Você acredita na vitória do bem, sem que nos disponhamos a trabalhar para isso?
Admite você a sua capacidade de errar a fim de aprender ou, acaso, se julga infalível?
Se estamos positivamente ao lado do bem, que estaremos aguardando para cooperar em benefício dos outros?
Nas horas de crise você se coloca no lugar da pessoa em dificuldade?
E se a criatura enganada pela sombra fosse um de nós?
Se você diz que não perdoa a quem lhe ofende, porventura crê que amanhã não precisará do perdão de alguém?
Você está ajudando a extinguir os males do caminho ou está agravando esses males com atitudes ou palavras inoportunas?
Irritação ou amargura, algum dia, terão rendido paz ou felicidade para você?
Que mais lhe atrai na convivência com o próximo: a carranca negativa ou o sorriso de animação?
Que importa o julgamento menos feliz dos outros a seu respeito, se você traz a consciência tranquila?
É possível que determinados companheiros nos incomodem presentemente, no entanto será que temos vivido, até agora, sem incomodar a ninguém?
Você acredita que alguém pode achar a felicidade admitindo-se infeliz?

Fonte: Livro “SINAL VERDE ” – Pelo Espírito; André Luiz – Médium: Francisco Cândido Xavier