PINTURA INTERIOR

 

Senhor!

Uma casa que necessita de pintura, que tem as paredes desbotadas, sujeiras nos cantos, teto engordurado, vidros embaçados, assim é a minha casa íntima.

As velhas ideias , preconceitos, mas hábitos, na  cor cinza chumbo, pedem a cor branca para desaparecer.

Os ódios, rancores, ciúmes, na cor roxa, perdem agressividade com o azul bem clarinho.

O desânimo, a preguiça, a tristeza, na cor parda, exigem o verde da esperança.

Como pintura nova e a brisa das pensamentos, de ideal, bem e paz, terei nova casa interior.

Peço-Te, ]Senhor, lindas tintas para a pintura interior.

Obrigado, Senhor, muito obrigado.

Fonte: Livro “Preces da Vida” – Autor: Lourival Lopes

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *