ROGATIVA DO ESTÔMAGO

Sou a porta de sua sustentação.
Conserve-me limpo.
Posso trabalhar com segurança.
Não me incline à desordem.
Não me encha de excessos.
Carregando peso desnecessário, é possível venhamos a cair hoje mesmo.
Não me faça depósito de condimento demasiado.
Obedecendo às leis orgânicas, transmitirei ao seu próprio sangue os venenos que você me impuser.
Não me dê bebidas alcoólicas.
Se você fizer isso, não garantirei sua própria cabeça.

Não me diga que morrerá de fome porque não disponha
de mesa lauta.
Por amor de Deus, não olvide que a maior parte das enfermi-
dades vem do prato abundante e que nós não vivemos para comer, mas comemos simplesmente para viver.

André Luiz

Fonte: Livro “O Espírito da Verdade” – Psicografia Chico Xavier e Waldo Vieira – Por Espíritos Diversos

Comentários encerrados.