SOLIDÃO

Solidão não depende ou não de estar com pessoas.
Há solitários acompanhados e pessoas muito felizes sem ninguém.
Solidão vista como defeito é a falta que eu sinto, uma ausência, um vazio insuperável.
Solidão como virtude é estar consigo, bem, pensando o fazendo coisas: absorvendo um livro, um chá, umvinho, um quadro ou uma música.
Os diálogos do meu eu com o mundo não dependem dos outros.
Se você nunca pode estar com ninguém e nunca pode ficar sem outra pessoa, temos um problema que não é com solidão, mas com você.

Leandro Karnal
(Historiador e palestrante)

Fonte: Jornal Extra de 25.02.2018

Comentários encerrados.