SONETO DE JOELHOS

Bendita, Maria, mãe do Cristo Jesus
Bendito, ó Teu seio que o fez nascer
Mãe de todos, da fé que nos conduz
Rainha dos céus e da Terra, és haver

Bendito aquele que cré na Vossa Luz
No Teu amor…trilha com o seu viver
Confia e reza a Teu Filho no enaltecer
Bendita Senhora, doce mãe, alvorecer

Bendito sejam todos que a Te clamarem
E diante de Teu Filho crentes ajoelharem
No ato de convicção, uma grande paixão

Se um dia, for fraco e na fé pouco refém
Oh Redentora, de Tuas mãos que caem
Graças, abrase meu coração … (com Deus!)

Luciano Spagnol

Poeta Mineiro – Novembro 2016 – Cerrado Goiano

Comentários encerrados.